Descrição

O início da APAE em Itajubá se deu em meados de 1968, quando a professora Solange Aurora Cavalcanti e a diretora do Colégio Sagrado Coração de Jesus, Laura Gorgulho, tiveram a ideia de instalar uma Escola para pessoas com deficiência anexa a um grupo escolar. A Escola começou a funcionar em 03/03/1969 e a inauguração oficial aconteceu em 15/03/1969, época em que eram atendidas cerca de 47 pessoas com deficiência.

 

Segundo relatos da ex-presidente Nair Prado, em 1974 mais de 60 pessoas com deficiência já eram atendidas em tempo integral pela APAE Itajubá, porém foi somente em 1981 que a APAE ITAJUBÁ foi reconhecida como Escola Especial.

 

No final de 1983, uma reforma do Estatuto incluiu os termos associados fundadores, beneméritos, colaboradores e obrigatórios, estabelecendo deveres e direitos dos associados.

 

Em 1987 a área educacional da APAE ITAJUBÁ passou a ser denominada Escola Sol Nascente, com ensino Pré-Escolar e de 1º Grau.

 

Em março de 1988, visando aumentar o número de associados, foram abertas contas correntes nas agências bancárias da cidade para recebimento automático de contribuições.

 

Em 1993, foi criada a bandeira da APAE e composto o seu hino. Também foi organizado o colegiado, a fim de assessorar o seu gerenciamento administrativo-financeiro. Nesse momento, a APAE ITAJUBÁ tornou-se sede das Delegacias de APAEs da Região do Vale do Sapucaí, possibilitando o VII Encontro das APAEs do Sul de Minas. Nossa APAE teve uma representante que atuou em duas gestões (1994/1996) como Delegada da Região, a Sra. Maria do Rosário Oliveira Machado, a Dona Rosarinha.

 

Em 1997, através do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Microrregião do Alto Sapucaí (Cismas), a APAE ganhou a licitação para prestar os serviços de Exames de Eletroencefalograma (E.E.G.) e Mapeamento Cerebral. Em vista disso, surgiu então a necessidade de ampliação de suas instalações para mais de 500 m2.

 

Na época o Deputado Ambrósio Pinto repassou doações que oportunizaram a compra de uma Kombi e de alguns equipamentos da área de fisioterapia.

 

Graças a Sra. Luiza Azeredo, presidente do Servas na época, foi construído o setor fisioterápico com verbas do Programa de Mobilização de Comunidade (PMC- Servas), assim como com a participação da comunidade local e da Casa Joka, doando 01 (um) carro para ser rifado para o término da construção.

 

Em março de 2019 a APAE comemorou 50 anos de fundação, atendendo cerca de 700 pessoas com deficiência intelectual e múltipla.

Objetivos
Defesa de direitos:
Inclusão dos direitos das pessoas com deficiência intelectual e múltipla em todas as políticas públicas.

Trabalho em comunidade:
Estabelecer alianças estratégicas com vários setores e segmentos sociais para a melhoria da qualidade de vida e para a inclusão da pessoa com deficiência.

Promoção da saúde para o envelhecimento saudável:
Atenção integral da pessoa com deficiência intelectual e múltipla, em todo o seu ciclo de vida.

Apoio à família:
Orientação e informações para que a família possa exercer os seus direitos e entendendo e participação efetivamente em todo processo de habilitação e reabilitação do seu familiar.

 

Apoio a inclusão escolar:
Atendimento educacional especializado ao estudante com deficiência intelectual e múltipla incluído na escola comum e Inclusão assistida.

 

Escola especial da APAE:
Percurso escolar aos estudantes com deficiência intelectual e múltipla nas séries iniciais e finais do ensino fundamental, EJA, estimulação precoce e infantil.

 

Inclusão no trabalho:
Articulação com os vários setores e preparação do estudante/trabalhador para o processo de inclusão social no mundo do trabalho.

 

Autogestão e autodefensoria e família:
Cria situações favoráveis ao desenvolvimento da autonomia e independencia da pessoa com deficiência intelectual e sua família.

Missão
Contribuir para a transformação da vida da pessoa com deficiência intelectual e múltipla, promovendo ações de defesa de direitos, prevenção, orientação, prestação de serviços, apoio a família, direcionados à melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência e à construção de uma sociedade mais justa e solidária.

Visão
Movimento de pais, amigos e pessoas com deficiência, de excelência e referência no município e estado, na defesa de direitos e prestação de serviços.

Valores

1) Ética

2) Transparência

3) Excelência

4) Compromisso

5) Defesa de direitos

Imagens do local

Ainda sem avaliações

Seja o primeiro a avaliar “APAE Itajubá”

Sua avaliação para esse local
Avaliar

The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

Conheça também nossas dicas!
Clique aqui e saiba mais.